A fuga contra o tédio

Eu vi uma placa de pare.
Quando descemos do bonde percebi que, juntas, procurávamos saber qual o número do ônibus que, parado no sinal, esperava para atravessar a rua em nossa frente. 112.
Corremos praticamente lado a lado em direção ao ônibus que parava no ponto de ônibus da rua Hegyalja.
Subimos em portas diferentes.
Quando apertei o sinalizador, para que descesse no ponto seguinte, ela também o fez. Discretamente nos olhamos, como que procurando entender se já nos conhecíamos.
Quando o ônibus parou e as portas se abriram, minha mente ainda buscava saber se a placa ia ao mesmo destino que eu. Descemos rapidamente, lutando contra as pessoas que tentavam subir antes que o ônibus partisse outra vez.
Nossos olhos se cumprimentaram e viramos as costas.
Afinal ela ia para um lado e eu -continuamente- para outro.
Diferentes ruas nos aguardavam.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: